Clínica de Oncologia e Hematologia - Niterói

Dias úteis : 8h as 19:30h
  Telefones : (21) 2711-3238 | (21) 2714-5593 | Fax: (21) 2710-7519

Eu venci

Eu venci

Bom, meu nome é Jorge Eduardo, tenho 24 anos, estou no 9° período do curso de direito da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), campus Seropédica. Minha história com a Oncologia Clínica Niterói começou em 2016. Estava com 22 anos, no 5° período da graduação, quando soube da notícia que tinha sido diagnosticado com um tumor no testículo direito. Em abril fui submetido a uma cirurgia para a retirada do testículo, sendo posteriormente levado a análise para saber se era maligno ou benigno, dando como resultado a primeira opção.

A clínica foi indicada a mim e a minha família por uma mãe de um amigo de escola que também realizou um tratamento contra câncer, e pelo médico que me operou. Confesso que quando cheguei na clínica e passei por uma entrevista longa e detalhada com meu médico, o Dr. Ricardo Salgado, a ficha caiu para mim de fato. Fiquei um pouco assutado, era jovem, sendo que na clínica a maioria dos pacientes, eram idosos. Tinha vergonha das pessoas saberem da minha situação, fato que escondi por muito tempo, por medo de ser estigmatizado.

Hoje tenho orgulho e não tenho medo de contar a todos pelo o que passei. Voltando a parte do tratamento, meu ciclo era puxado, 1 semana inteira e depois outras duas segundas-feiras com longas sessões. Durante a quimioterapia, parte da minha família queria que eu desse uma trancada na minha graduação e saísse do estágio na Defensoria Pública. Minha força de vontade em ser como outra pessoa normal, que apenas estava tratando uma “doença comum”, falaram alto e para minha surpresa, o apoio do meu médico também veio a campo. Após 3 meses de luta, sessões de longas e cansativas, veias que iam desaparecendo e complicando serem encontradas pelas enfermeiras e técnico de enfermagem, a última agulhada teve fim no dia 10 de outubro (se não me falhe a memória). Passar por um câncer não é moleza, confesso que não queria ter passado, mas reconheço que me mudou bastante, amadureci como nunca, e agradeço a Deus, minha mãe e irmã, familiares e namorada, pelo apoio e amor incondicional durante o período que mais precisei.

Nem tudo foi ruim, mesmo com isso tudo, levei minha graduação normalmente, sem ser reprovado em nenhuma disciplina e agora sendo coroado com a aprovação no XXV Exame de Ordem da OAB, ainda na graduação, feito que poucos conseguem. Quero agradecer incondicionalmente a todos os trabalhadores da clínica, da parte médica, enfermagem, farmacêutica até a galera da recepção e limpeza, sem a ajuda de vocês eu não sei aonde estaria. Hoje posso gritar forte e bem alto que venci, muito obrigado a todos!.

Leia Mais

Eu venci

Olá! eu sou  Fabio Cardoso e gostaria muito de poder estar ajudando as pessoas com a minha experiência, mesmo sabendo que nossas experiências são pessoais e únicas, quem sabe alguém se identifique comigo ou tenha uma nova perspectiva da vida.
Em 2012 comecei passar por momentos de depressão e ansiedade, resolvi me tratar e no meio do tratamento fui diagnosticado com melanoma, foi um choque na minha mente, a depressão veio com tudo o mundo havia perdido o sentido, comecei a me afastar da minha família, beber e fumar muito. Mas ainda não havia perdido o principal na vida: o amor e a minha fé em Deus.
Eis que então começou a surgir uma luz no fim do túnel. Em uma busca desesperada procurei uma religião, uma igreja, um guia, uma luz divina, qualquer coisa que me aproximasse de Deus para que ele pudesse me ver. Eu ainda não entendia como isso funcionava direito, mas foi tudo muito válido, cada igreja, cada pastor, cada fiel, cada oração feita para mim. Tudo isso fez parte de um processo divino e iluminado para que eu evoluísse inclusive o melanoma. Pois me fez acordar para algo muito maior em minha vida, considero que foi um despertar espiritual, um religar.
Não sinto amor pela doença, mas respeito e sei o porquê passei por ela e amo toda a luz que esse processo me trouxe. Eu estive doente, agora estou curado e livre de tudo que me faz ficar doente: pensamentos negativos, magoas, remorsos, julgamentos, depressão, ansiedade, inveja, raiva, culpa, tristeza…
Hoje faço meditação todos os dias, busco viver em paz todos os momentos, sem vitimização, com respeito a vida e amor a minha evolução, me coloco disponível a qualquer oportunidade que DEUS me der, boa ou não.
Aprendi que a melhor religião é o amor incondicional, a melhor igreja e Deus e escolhi como mestre Jesus. Na natureza as sementes caem aleatoriamente levadas pelo vento e só geminam em solos férteis. Espero que essa semente ao encontrar corações vazios e sem esperança possa crescer e dar bons frutos. “Mas que seja feita a sua vontade assim na terra como no céu”

Leia Mais

Eu venci

Olá,  sou Thais Viana. Tenho 38 anos… Sou casada com o Fernando, sou mãe do Nycolas, da Esther e minha enteada Fernanda. Sou carioca, empreendedora… e uma Sobrevivente do Câncer!

Há pouco tempo atrás passei por uma experiência de transformação bem radical e nada convencional.Tive câncer de mama e fui submetida a um longo e doloroso tratamento… cirurgia, quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia (que ainda faço).

E durante todo esse processo, aprendi algumas coisas que talvez poderão ser úteis à você também; além de técnicas para mudança de comportamento, motivação, superação e mentalidade… Aprendi principalmente a entender os alertas e solicitações do meu corpo! E agora quero te inspirar a fazer o mesmo, porém sem ter que passar por tudo o que eu passei.

Minha decisão em fazer um blog, foi a seguinte… Dividir com o máximo de pessoas possível que devemos sempre agir antes do nosso alarme tocar, cuidar com muito carinho dessa máquina poderosa que será capaz de nos conduzir rumo a conquista de todos os nossos sonhos! Esta máquina é o nosso corpo! Nossa Mente! E eu vou te ajudar a descobrir como!

Bom, só para você saber como eu cheguei nessa conclusão, vou te contar rapidamente como comecei a enxergar o poder e influência de nossas saúdes sobre nós.Minha formação é na área da saúde, fui enfermeira em nível técnico e atuei por 3 anos em hospitais públicos do estado e município do Rio de Janeiro.

Como enfermeira, fui treinada para ter uma visão holística do Ser Humano e já era consciente que somos seres complexos e resultados de uma “combinação”. E que ter saúde era uma consequência de boa harmonia entre corpo e mente.

Porém minha sede de empreender me arrancou do mundo da enfermagem e me lançou num mundo novo, cheio de possibilidades e magia.   E percebia que ao longo dos anos fui cada vez mais aumentando o tamanho dos meus sonhos, e com isso, trabalhando cada vez mais…me distanciando das coisas que realmente importavam.

Mantive esse comportamento por longos anos… até me encontrar com o câncer!

Foi ali, frente a frente com a morte, que eu despertei e consegui perceber o que estava fazendo com minha vida.

Hoje, minha visão se ampliou e consigo enxergar ainda mais possibilidades, sonhar mais, produzir mais e ser mais feliz… porém, meus valores mudaram e consigo priorizar aquilo que realmente importa pra mim e pra minha vida segundo o que eu acredito.Daí você vai me perguntar…, Mas Thais, Como??? Não tem como fazer isso!   E eu estou aqui pra te afirmar que tem sim!

Meu desejo é conseguir te emprestar os meus olhos para que você também consiga descobrir e enxergar na sua vida, todo o colorido que eu aprendi a ver na minha.

Esta é uma das fotos que mais gosto da minha família… Este dia foi muito especial.  Quis registrar este momento, pois, sabia que se iniciaria um grande processo de transformação.  Já sabia que estava com câncer.

Eu tinha feito a cirurgia da mama, e faltavam 10 dias para iniciarmos a quimioterapia… Essa foto foi para mostrar ao câncer, a turma poderosa que ele estava se metendo! Forte abraço, Thais.

Me encontre:

Face BookAtitude Ninja 01

You TubeAtitude Ninja

Leia Mais

Eu venci

Amigos de causa, sou Deborah Netto e eis meu depoimento:

Em 2013 passei mal, fiz exames sérios incluindo Pet Scan, surpresa! Ouvi os piores prognósticos! “Você está com Câncer de Pulmão e já se espalhou!” Me deram no máximo 6 meses.

Vinha de 5 longos anos de perdas, de angustias e sobressaltos que com certeza me debilitaram! Perdi meu jovem pai que após parada cardíaca em meus braços ficou em coma 8 meses, em seguida minha avó (minha verdadeira mãe) câncer de mama, e minha amada sogra de um câncer raríssimo no sangue, todos muito amados, tiveram minha maior dedicação! O Câncer me tirou pessoas amadas!

Contrariei prognósticos, após cirurgia e biopsias o tal “câncer”? Era uma Tuberculose Miliar. No fim do longo tratamento, nova Tomografia acusou um tumor enorme na mama direita. Infelizmente desta vez era realmente Câncer, e acompanhava anualmente com mamografias! Como assim? Lá fui eu para mastectomia, e para elevar meu astral na véspera voei de Para Pente! Desejo antigo! Ironia número 1: A tuberculose me fez descobrir o câncer de mama!

Fui encaminhada ao Dr. Roberto Calmon, meu Dear Doc. Paixão à primeira vista! Meu marido e eu sentimos um sopro, digo um tufão de confiança e paz ao conhece-lo. A Clínica e suas instalações, o excelente astral de todos em todos os setores, tudo agradou! (incluindo o cafezinho rs)! Fui orientada de A a Z. O tipo de câncer ( “HER triplo positivo”), as quimios, a imunoterapia com Herceptin, a radio e hormonioterapia…enfim! Tantos “ias” que surtei! E SIM, o tratamento é “punk”! De rosa o câncer de mama só tem o lacinho!

Sou artista plástica, formada pela UFRJ, trabalhava duro em fundição de joias artísticas. Investia tudo nisso. Soube que jamais poderia me machucar coisa comum na atividade, embora triste, larguei! Segui o tratamento! Sofri com enjoos, cabelos longos e lisos deram lugar à carequinha, sem peito (não usava nem uso enchimentos), mais gorda! Paralelamente a todos os efeitos colaterais já conhecidos, fiquei extremamente ociosa e ansiosa. Me revoltei confesso! Coisa que não durou mais de 5 minutos. Me auto “esbofeteei”, gritei e briguei comigo! “Sua mané! Você tem coisas piores ao seu redor”. Lembrei de coisas piores tais como o Tzunami no Japão, a fome na Etiópia etc… Uma coisa é fato, existem pessoas em melhores condições, mas muito mais pessoas em piores!

Reflitamos: E se não tivéssemos tratamentos, remédios para abrandar as dores ou como no meu caso, um Marido amoroso sempre presente, como seria? O Câncer mata, e o fará bem mais rápido se não vivermos com leveza nosso dia a dia por pior que ele pareça. Morrer? Todos iremos! Quando e como? Só o tempo! Amo viver! Isso significa abraçar o pacote completo. Nada vem facilmente! Requer garra. A felicidade reside dentro de cada um. Temos que busca-la. Clichê ou não isso é real!

Ironia 2: O câncer ajudou a resgatar minha arte, sorrio mais, curto mais minha família, amigos, meu amado marido e as coisas simples. Sou mais tolerante! Trabalho incansavelmente. Canalizo tudo que sinto em minhas pinturas. Elas refletem as cores da minha alma! São o retrato da minha felicidade. Câncer? Oi? Onde? Rs!  Estou em hormonioterapia, acompanhada de 4 em 4 meses por “Meu Dear Doc”.

Encarem a vaidade ferida, o corpo muda, é apenas carne…nada mais! Foquem em suas aptidões, em seu interior. Nas coisas boas! Garanto… você continuará inteiro se assim se permitir. Lutem contra o câncer de cabeça erguida ele não é mais forte do que você!

Meu Outubro Rosa vai ser ainda mais especial, fui convidada para expor em Lisboa e na Malásia, já estou com trabalhos em diversos sites internacionais, fruto da minha dedicação e fé que tomaram o lugar do pessimismo que tentou chegar! Desejo a cura de todos! Um beijo carinhoso…

–Nettinha

 

Clique  e conheça a fanpage dos meus trabalhos ; timthumb

Leia Mais

Eu venci

Olá pessoal! Essa ai na foto sou eu Luciana Alem, Gerente Operacional da Oncologia Clinica com meu pai querido.
Muitos me veem passando pra lá e pra cá e nem imaginam que já tive sentada naquelas cadeiras da quimio há 6 anos atrás.

Leia Mais